Estudos de Receção

As estratégias e as acções de comunicação pretendem alcançar uma série de objectivos que merecem ser avaliados e medidos para que se implementem alterações nas práticas comunicativas de futuro. Neste contexto, levamos a cabo estudos no plano cognitivo, afectivo e comportamental dos sujeitos consumidores, na perspectiva de perceber os reais efeitos das estratégias e acções de comunicação. Estes estudos são na imensa maioria levados a cabo em ambiente labatorial e com aplicação de procedimentos metodológicos controlados e restritos, como forma de redução das perturbações no processo de recolha de informação.

A investigação da eficácia comunicativa é uma área em franco desenvolvimento por causa dos custos elevados das acções de comunicação. Por isso, é essencial que os anunciantes verifiquem periodicamente o alcance dos objectivos e dos resultados obtidos por essas acções de comunicação. Toda e qualquer mensagem desenvolve junto dos consumidores efeitos nos planos da recordação, reconhecimento, atitudes em relação à marca e intenções de compra. Estes quatro agregados e variáveis independentes são aquelas que merecem ser avaliadas em qualquer estudo de eficácia comunicativa. Portanto, toda e qualquer acção de comunicação merece ser avaliada para equacionar os níveis de eficácia ao nível da produção e da difusão dos estimulos comunicativos.

ÁREAS DE ESPECIALIZAÇÃO:

  • Investigação experimental através do uso de instrumetos de avaliação psico-física (eye-tracking, galvanómetro, eletrocardiógrafos….) de estimulos publicitários.
  • Investigação exploratória de ideias e criações publicitárias.